… A DOR TAMBÉM VAI PASSAR.

“Frágil” 11x18cm
Todo sofrimento é intenso, mas em meio a crises a certeza de que há um Deus criador e mantenedor olhando mim me faz pensar, que assim como os dias alegres, a dor também vai passar. 

  
Primeiro virei fã do trabalho de Sara antes mesmo dessa série que ilustrou o livro lindo Amor e Cura, da autora Darleide Alves.
Ilustração: Sara Campos

Livro: Amor e Cura

Autora: Darlede Alves

Ps. depois falo mais desse livro incrível.
Bjs

Betha

 

Anúncios
… A DOR TAMBÉM VAI PASSAR.

CARTAS DE AMOR

Tem dias ruins, mais ou menos e bons, e hj foi um dia bom pra mim.  Logo de manhã escutei uma música de Maria Bethania (minha xará) e acabei conhecendo o DVD Ao Vivo Cartas de Amor, PERFEITO! Um poema me chamou atenção, não sei ainda a autoria, confesso que não tive tempo de pesquisar, mas todas os créditos vão para o DVD.  Lá vai:

De que serve ter o mapa

Se o fim está traçado?

De que serve a Terra à Vista

Se o barco está parado.

De que serve ter a chave

Se a casa está aberta?

Para que serve as palavras

Se a casa está deserta?

(DVD Cartas de Amor // Maria Bethania)

Gente esse projeto é fantástico, levanta a alma e nos deixam leves, experimentem!

Bjs,

Betha

CARTAS DE AMOR

“I’m Fine” depende do seu ponto de vista

A americana Bekah Miles, 21 anos teve a coragem e a criatividade que muita gente não teria, tatuou a palavra “I’m fine” na sua coxa e dependendo de como você ler pode ser “estou bem” ou “me salve”.

“A estudante da Universidade George Fox escreveu: “Para mim, [a tatuagem] significa que outros veem essa pessoa que parece bem, mas, na realidade, ela não está bem. Isso me lembra de que pessoas que podem parecer felizes podem estar em uma batalha consigo mesmas”.

bekah1
Imagem que a americana publicou em sua página na rede social (foto: Reprodução/Facebook)

Minha gente, depressão dói, dói tanto que não tem explicação para o tamanho da dor no peito, angústia e desespero, porque a gente quer fica bem, sorrir, eu pelo menos quero minha vida de volta, cheia de alegria, celebração, amigos perto e minha família sempre junta.  Sorrir de novo sem remédios.  Mas sei que vou conseguir porque meu coração tá com uma pontinha de esperança, e acreditem, isso é uma grande conquista.

Segue o link da matéria inteira de ontem na catraca livre.

Estamos juntas Bekah Miles na luta por sorrisos vindo da alma.

Não se permita a sofrer, LUTE!

=D

Betha

“I’m Fine” depende do seu ponto de vista

OI MUNDO!

Expor nossos sentimentos felizes é bom, né?

Mas colocar para fora angústias, medo, depressão, quantidades de Velija, Esc, Zoloft, Lorax, Seroquel, muitos acham uma loucura.  Mas não é. Quebrar tabus e preconceitos diante esse universo de depressão, ansiedade. agressão verbal e tantas outras coisas que nos faz ficarem angustiadas e dar às costas para a alegria de viver não é loucura.  Loucura é se trancar em si  e deixar esses sentimentos nos destruir.

Por isso que tive a iniciativa de aqui poder contar as minhas e trocar com quem se sinta à vontade de escrever.

PRECISAMOS QUEBRAR O PRECONCEITO COM INFORMAÇÃO.

No sou jornalista e nem sei escrever direito, nem médica e nem psicóloga.

Sou paciente de um psiquiatra e psicoterapeuta.

Há um ano em tratamento antidepressivo e de ansiedade.

Amo meu trabalho por isso acho que ele salva minha vida junto com meus filhos e minha família.

Sou design gráfica, ilustradora, inquieta e mãe de 03 filhos

Tenho pessoas maravilhosas que cuidam deles comigo.

Meus pais e minhas irmãs são tudo pra mim.  Nos amamos de verdade.

Pronto, essa sou eu, pernambucana, 35 anos.

Em outros posts vou falando mais sobre minhas experiências e artigos/textos que acho interessante publicar aqui.

NÃO SE PERMITA a ser triste, corra atrás do que vai te fazer feliz, um tratamento, uma terapia, uma nova cidade, um novo amor…

Bjs,

Betha

Foto criada em 31-08-15 às 12.08

OI MUNDO!